• Kawasaki no Brasil
  • Mundo Kawasaki
  • Lime Green: Símbolo do desafio
  • Tecnologias Kawasaki

Fábrica Kawasaki

A Kawasaki Motores do Brasil Ltda (KMB) é uma subsidiária da Kawasaki Heavy Industries Ltd (KHI) sediada no Japão. A Kawasaki atua no Brasil desde 1973 fornecendo equipamentos e serviços para grandes projetos industriais, energéticos, navais e aeroespaciais de grandes empresas brasileiras, como a CSN, Usiminas, Embraer, e muitas outras.

 

No dia 15 de outubro de 2008, com a inauguração da primeira concessionária oficial da Kawasaki Motores do Brasil em São Paulo, os produtos de consumo da Kawasaki - motocicletas - começam a ser oficialmente introduzidos no País.

 
Linha de produção Kawasaki

Visando a expansão da marca no país, é inaugurado em setembro de 2009, a primeira unidade produtiva da Kawasaki em território Latino-Americano, na cidade de Manaus (AM). Com isso, a presença e a confiança da Kawasaki no território brasileiro se fortaleceu, que até então atuava com importação e comercialização de motocicletas.

 

O nome Kawasaki representa uma empresa tecnológica cujas atividades englobam desde projetos internacionais em grande escala até produtos utilizados na vida diária e para recreação. Em cada etapa, a empresa empenha a máxima atenção ao ser humano e ao meio ambiente. Cem anos de inovação permitiram à companhia estabelecer uma fundação firme como uma empresa líder em tecnologia, totalmente preparada para um novo século de inovação e expansão, almejando novos mercados, novos produtos e novas idéias.

 
 

  

 A Kawasaki é uma corporação multinacional com mais de cinqüenta subsidiárias (plantas industriais, centros de distribuição e escritórios de vendas) nas principais cidades do mundo. Os negócios abrangem desde o projeto de engenharia até o controle ambiental de indústrias, máquinas e robôs industriais, engenharia naval e marítima, engenharia de usinas energéticas e siderúrgicas, material ferroviário, aeroespacial e é claro, jetskis, quadriciclos e motocicletas. Como outras companhias bem-sucedidas, a Kawasaki começou com um sonho e cresceu até se tornar a grande corporação que é hoje.
 
Histórico:
 
1878 - O fundador Shozo Kawasaki começou um estaleiro para construir navios de aço transoceânicos.
 
1886 - A incipiente operação foi expandida e passou a ser conhecida como Estaleiro Kawasaki.
 
1896 - O Estaleiro Kawasaki foi incorporado e Kojiro Matsukata foi apontado primeiro presidente da companhia.
 
1906 - Foi iniciada a fabricação de locomotivas, vagões de carga e passageiros no recém-inaugurado complexo industrial Hyogo Works, e no ano seguinte, a produção de turbinas navais a vapor foi iniciada no estaleiro.
 
1918 - O Departamento de Aeronaves foi inaugurado em Hyogo Works, numa época em que aviões ainda eram feitos com madeira e tecido, e podiam voar por apenas poucas horas. Pouco tempo depois foi inaugurada uma fábrica de aeronaves, onde foi construído o primeiro avião japonês feito com metal.
 
1919 - O Departamento de Frete Marítimo foi desmembrado para formar a Kawasaki Kisen Kaisha Ltd (K-Line).
 
1928 - O complexo Hyogo Works foi desmembrado para se tornar a Kawasaki Rolling Stock Manufacturing Company Ltd.
 
1937 - O Departamento de Aeronaves se tornou a Kawasaki Aircraft Company Ltd.
 
1950 - O Departamento Siderúrgico se tornou a Kawasaki Steel Corporation. Esses departamentos se transformaram em companhias independentes, estabelecendo uma firme fundação em seus respectivos campos.
 
1961 - A primeira motocicleta Kawasaki foi produzida pela Kawasaki Aircraft Company Ltd.
 
1969 - no auge da recuperação econômica japonesa após a Segunda Guerra Mundial, o Estaleiro Kawasaki, a Kawasaki Rolling Stock Manufacturing e a Kawasaki Aircraft se fundiram em uma corporação gigante, a Kawasaki Heavy Industries Ltd, para melhor competir em um mercado global em expansão e cada vez mais competitivo.
 
2009 – A Kawasaki monta sua fábrica no Pólo Industrial de Manaus, a primeira fábrica da marca na América Latina. 

O ano era 1968 e o Paddock de Daytona estava movimentado. Kawasaki tinha acabado de lançar a sua motocicleta de corrida A1R- e ela foi pintada de um verde escandaloso, que era considerado uma cor de azar, a cor que todos evitavam. Por deliberadamente escolher o Lime Green, como a sua cor, Kawasaki anunciou para o mundo que o pensamento convencional não seria uma barreira pela conquista de novos desafios.

A história da Kawasaki é uma história de desafios, motor de dois cilindros paralelos, quadro em monobloco, suspensão Uni-trak. Tais avanços tecnológicos foram todos conquistados pelo resultado e conseqüência da exploração de novos caminhos que fariam “outros” desistirem. Tudo isso se tornou as nossas armas em busca da vitória, e nisto a Kawasaki tem sido constante.

Não contente no conforto do convencional, sem medo do fracasso, nós mergulhamos em frente, criando o nosso próprio caminho. Continuamos nos guiando, sempre para frente, enquanto permanecíamos verdadeiros as nossas convicções e isso tem sido a política Kawasaki e nosso maior valor. Para os pilotos de corrida Kawasaki, usar o manto Lime Green é um ponto de orgulho. Hoje, os desafios continuam.

Como o tempo marcha, a tecnologia das motocicletas se tornam cada vez mais avançadas. E a Kawasaki vê esse avanço tecnologico não como um meio para substituir pilotos mas sim uma forma de criar convenientes que possam favorecer os passageiros, tornando a pilotagem cada vez mais segura e confortável​​. "Habilitando pilotos para se tornarem cada mais completos afim de controlar máquinas de alto desempenho, e desfrutar do prazer de pilotar."

Ajudar os pilotos a realizar esse desejo simples e inato tem sido, e continua sendo, o objetivo da tecnologia Kawasaki.

Tecnologia Kawasaki

Saiba mais em: http://www.kawasaki-cp.khi.co.jp/technology/index_e.html

 
Kawasaki no mundo | Fanclub | Cadastre-se | Envie para um amigo | Adicionar aos Favoritos | Copyright 2014 - Kawasaki Motores do Brasil LTDA - Política de privacidade | Emissão de ruídos | Recall